Quando queremos emagrecer, pensamos em tomar duas atitudes: fazer dieta e começar a praticar exercícios físicos. Mas será que existem outros segredinhos que podem ajudar a chegar ao objetivo?

Esqueça os alimentos “chave”
Se você ouvir que um determinado alimento ou bebida vão te ajudar a emagrecer, provavelmente eles não serão a melhor solução a longo prazo.
Não existem respostas mágicas quando falamos de regime. “Nós vivemos em um mundo onde procuramos mais ‘soluções rápidas’, isso não é útil para pessoas que tentam lidar com relações complexas que têm com os alimentos e com a saúde.”

Nenhuma comida é completamente ruim ou boa
Algumas dietas tendem a demonizar determinados alimentos. “Não devemos nem glorificar e nem re
jeitar completamente, comida é comida, cada uma tem seus prós e contras.” Comer mais frutas, vegetais e fibras e menos calorias ou alimentos altamente processados é geralmente benéfico mas, tirar totalmente o glúten, a lactose ou a carne da alimentação pode ser ruim para quem não necessita de tal restrição.

Alguns itens não têm valor nutricional nenhum!
É essencial saber qual a importância de cada alimento. As batatas, por exemplo, são ricas em fibras e vitamina C. Mas, se elas forem fritas, são cheias de gordura. Por isso, saiba que algumas comidas não são nada além de prazerosas, pois não têm benefício no organismo
O refrigerante! “Não tem nada de positivo, é cheio de açúcar que daria para três dias, além de ter um gosto horrível”, evite todos os produtos que têm muito açúcar, como cereais, iogurte ou barrinhas de cereal. Além de alimentos processados, como salsicha, ou com alto teor de sal. Produtos industrializados podem ser ingeridos, mas a indicação é que não sejam frequentes no dia a dia.

Comer de forma saudável deveria ser fácil
O grande segredo de uma dieta saudável não é banir completamente os alimentos, mas moderá-los. “Um componente importante para manter um regime adequado é assegurando que é uma coisa fácil de você fazer.” Construir um
a rotina balanceada traz mais resultados a longo prazo, em vez de soluções rápidas que podem fazer com que as pessoas emagreçam rápido, mas voltem a adquirir todo o peso perdido. Nem todo cardápio vai agradar a todos, cada pessoa precisa entender a maneira como necessita se alimentar e adaptar o que come para que o processo não seja entediante.

 

Fonte: Revista Marie Claire