Chegou a hora de finalmente encarar aquele batom vermelho, lindo, de frente. Todo mundo pode usar e não precisa ser apenas em festas. A gente ensina!

 

Batom vermelho combina com quê?

Se você pensou em uma diva de Hollywood, acertou! Mas, se você imaginou uma garota de jeans e camiseta, também ganhou pontos. Que tal você mesma saindo para trabalhar, tomar um café ou até levar os filhos ao clube? O batom vermelho, que já era um clássico, agora ganhou as ruas de dia, à noite, no escritório, na festa, na hora que você quiser.

Mesmo tendo atingido esse status tão democrático, ainda existem muitas mulheres que não se sentem à vontade com ele. Também quer perder o medo? Experts em maquiagem ensinam truques certeiros – da escolha do batom a como aplicar sem borrar.

Não tem essa de lábios finos ou grossos ficarem estranhos com batom vermelho. Os experts sugerem seguir o seu próprio desenho, sem aumentar ou diminuir a boca. Mas dá para brincar com o formato do biquinho. O arco do cupido anguloso revela uma mulher sexy e determinada. Se o seu desejo é um visual espontâneo, faça uma boca arredondada, aplicando o batom direto do bastão.

 

Vermelho é a cor mais quente

O desfile de alta-costura de primavera e verão da Chanel, no final de janeiro, escolheu para a boca das modelos o tom da papoula, um vermelho aberto e vibrante. Além dessa cor, o alaranjados e os batons que puxam para o coral e para o cereja estão em alta. “Com a pele preparada, todo mundo pode usar tudo”, acredita Vanessa Rozan. “De forma geral, aposto nos batons vermelho-escuros para as morenas e negras. As branquinhas ficam bem com tons de coral e as orientais com batom vermelho-tomate”, sugere Marcos Costa, maquiador da Natura.

 

Com acabamento perfeito

Sabe qual é o truque de passarela para uma boca vermelha irretocável? Antes mesmo de começar a fazer a pele da modelo, o maquiador profissional lambuza os lábios da moça com um balm labial potente, o que vai evitar, depois, um resultado com aspecto craquelado. Podemos pegar o truque emprestado e usar o hidratante labial antes de dormir e recorrer a uma esfoliação a cada 15 dias – existem cosméticos próprios para remover eventuais pelinhas na boca. “O lábio ressecado fica em evidência no batom colorido e a duração dele diminui”, diz Chloé Gaya, maquiadora do salão de beleza Jacques Janine, em São Paulo.

 

Aplicação sem erro

Não desista! O contorno perfeito é uma questão de prática. Mas existem boas dicas que facilitam a vida. A primeira é investir num pincel fininho, próprio para os lábios. O acessório garante maior precisão para delinear o arco do cupido, o biquinho da boca. Há quem use um pincel chanfrado, geralmente indicado para os olhos – as cerdas durinhas e na diagonal podem ajudar. O lápis para o contorno dos lábios também tem o seu valor: “Use-o inclinado, como se estivesse escrevendo. Depois, preencha o meio com um batom da mesma tonalidade”, sugere Rafaella Crepaldi, maquiadora da Nars para a América Latina. “Gosto do efeito ‘blur’, que deixa o desenho dos lábios sem muita definição. Passo levemente o dedo por cima de todo o contorno para suavizar as bordas. Isso disfarça imperfeições e assimetrias”, ensina.

 

Conserto fácil para borrões

Errou? Você não está sozinha! Não precisa jogar a toalha e trocar o vermelho pelo gloss nude. Se o borrão for sutil, Chloé Gaya sugere limpar a região manchada com um cotonete seco e, depois, também com a ajuda da haste, aplicar um pouco de base ou corretivo e retomar a aplicação do batom. Se quiser começar do zero, lance mão de um demaquiante bifásico. “Eu coloco o produto no algodão e seguro por três segundos sobre os lábios. Na hora de movimentar para remover o batom, faço o movimento de limpeza para dentro da boca. Assim, consigo tirar tudo sem borrar para fora, estragando o resto da maquiagem”, conta Rafaella.

 

Para durar mais

O batom do tipo mate tem durabilidade maior. Se usar um cremoso, os maquiadores costumam passar o lápis labial em toda a boca e, por cima, aplicar o batom. É um bom truque para quem tem preguiça de fazer retoques. Existe também o primer labial – muitas marcas já têm. Rafaella Crepaldi gosta de usá-lo especialmente no contorno para aumentar a fixação e evitar que o batom escorra por eventuais ruguinhas.

 

Como combinar

“Essa cor vai bem a qualquer hora, mas prestar atenção no resto da maquiagem, de acordo com a ocasião, é o que vai determinar se o make está adequado e lindo”, acredita Fernando Haddad, maquiador da agência Amuse-Ment, de São Paulo. Durante o dia, não carregue nos olhos. Vale uma máscara para cílios preta e só. À noite, dá para ousar mais com um esfumado marrom ou preto rente aos cílios, mas sem exageros. A dobradinha batom vermelho e delineador preto também sempre vai bem.

 

Fonte: mdemulher.abril.com.br