Tudo indica que seja por causa de uma tradição importada dos países do hemisfério norte, onde maio é um mês muito importante para os costumes populares. de maio é celebrada com muitas flores, em homenagem à natureza que refloresce e à primavera que por lá atinge a plenitude. Ao longo dos séculos, esses elementos foram sendo associados à celebração do amor no casamento. Essa mesma ligação com as flores e a feminilidade fez com que maio, além de mês das noivas, também fosse considerado o mês das mães e de Maria.

Estilos de casamento
Clássico ou Tradicional
Ideal para a noiva mais conservadora. Na decoração clássica a ideia é compor o casamento com elementos identificados tradicionalmente com o evento, de forma elegante e discreta.

Rústico
Ideais para espaços mais despojados e em contato com a natureza, como sítios ou praia, a decoração rústica é marcada por elementos mais simples, que remetem à vida bucólica do campo.

Retrô ou Vintage
Retrô e vintage são dois conceitos parecidos que podem se encontrar na decoração do casamento, formando um novo conceito. Objetos antigos originais (vintage), como os “móveis da vovó” e fotos da família, compõem os ambientes junto com elementos estilizados com pátina, cores envelhecidas e craquelês (retrô).

Temático ou Personalizado
Na decoração temática o limite é a criatividade! O casal escolhe um tema de acordo com seus gostos, hobbies, profissão ou sonho.

Moderno ou Descolado
A noiva mais antenada à moda e que acompanha as últimas tendências tem a opção de trazer um estilo moderno e descolado para a decoração de seu casamento.

Sóbrio ou Clean
A clássica regra “menos é mais” nunca sai da moda e é ideal para noivas mais discretas, que gostam de encontrar a elegância na simplicidade.

Romântico
A noiva sonhadora e delicada, que sempre sonhou com um casamento de princesa, pode transmitir seu estilo para a decoração do casamento e contagiar a todos com seu romantismo.

tumblr_li3u7mIyuu1qdr6who1_500

Confira a seguir as principais dicas para organizar um casamento

1) Conheça seus direitos

O Código de Defesa do Consumidor (CDC) pode ser uma importante arma de defesa dos noivos em casos de problemas com fornecedores e prestadores de serviços, por isso é importante ter em mente algumas de suas principais disposições.

2) Pense no regime de bens do casamento

Escolher o regime de bens do casamento não faz parte da organização da festa propriamente dita, mas é uma das decisões mais importantes do casamento.

Hoje, o regime que vigora quando nenhum outro é definido expressamente é o da comunhão parcial de bens, no qual todos os bens adquiridos de forma onerosa (pagos com o fruto do trabalho do casal) após o casamento são repartidos entre o casal. Já os bens recebidos por herança, doação ou comprado antes do casamento (bens particulares), são individuais.

3) Pesquise sites de casamento

Sites de casamento podem auxiliar os noivos com a divulgação de detalhes da cerimônia, como a localização da festa, e os links de sites com a lista de presentes.

4) Faça um cronograma

Como os gastos envolvidos no casamento são altos, planejar a festa com antecedência é fundamental. Com mais tempo, o casal consegue pechinchar melhor e evitar reajustes de preços.

5) Faça uma planilha de gastos

Como a lista de gastos com a festa é extensa, é fundamental fazer uma planilha de despesas para que o planejamento do casamento seja bem feito.

6) Planeje com atenção a lista de convidados

A lista de convidados é um dos segredos do sucesso de um casamento, já que é um dos principais fatores de definição dos custos.

A lista pode começar pelas pessoas mais próximas e depois seguir pelos parentes mais distantes, amigos dos pais e colegas de trabalho. O cálculo do número de convidados deve considerar que 10% a 20% dos convidados não vão ao casamento, em média, segundo a Proteste.

7) Tome algumas precauções com a lista de presentes

Para não ter problema com as lojas selecionadas para as listas de presentes, a Proteste orienta que os noivos verifiquem os procedimentos da loja para troca de produtos e se ela tem reclamações nos órgãos de defesa do consumidor.

Também é aconselhável guardar uma cópia da lista e checar as regras previstas em contrato para o caso de falta de produtos em estoque. O prazo mínimo de troca também deve ser observado, assim como as condições e prazos no caso de troca por vício.

Verifique também se a loja permite acompanhar o processo de compra do presente na Internet, isso pode facilitar o planejamento sobre o que precisará ser trocado e o que não foi comprado pelos convidados e deverá ser providenciado.

A inclua na lista todos os produtos de todos os valores, desde os mais baratos até os mais caros para os noivos não sejam deselegantes.

8) Veja alternativas para não gastar tanto no vestido

Para não arcar com gastos exorbitantes na escolha do vestido, a Proteste sugere alternativas, como contratar uma costureira que esteja habituada a confeccionar vestidos de noiva. Outra opção seria comprar o tecido e solicitar aos estilistas da própria loja o desenho final.

O aluguel também é uma opção mais acessível para noivas que não se importam de não guardar um vestido. Nesse caso, é possível optar pelo primeiro aluguel, assim a loja faz o modelo como a noiva quer, e depois disponibiliza para locação.

9) Busque locais especializados para comprar a aliança

Os preços das alianças podem variar muito, seja pela qualidade da joia, marca ou pelo design, por isso é importante pesquisar bem as opções disponíveis.

10) Atenção ao contratar o bufê e o espaço da festa

Ao escolher o bufê e o local da festa é importante verificar com cuidado o que está incluído no preço. Por exemplo, se as bebidas fazem parte do bufê e se a decoração é paga junto com o aluguel do espaço.

Grande parte dos bufês cobra preços diferenciados de acordo com o tempo de recepção. É importante checar se no contrato são previstos custos adicionais diante de eventuais atrasos e prorrogações no tempo previsto.
O casal deve fazer uma pesquisa com diversos bufês, analisando promoções, número de funcionários que estarão disponíveis e as formas de pagamento. Outra dica para economizar é não colocar tantas opções de pratos, para reduzir desperdícios.