Quem nunca apostou em um look sem se perguntar se ele caía bem que atire a primeira pedra! Por isso, batemos um papo com top hairstylists e descobrimos cortes e penteados capilares que podem derrubá-la, caso a execução não tenha nada a ver com a dona dos fios, certo?

Fios retos

Entre curtos, médios e longos, os clássicos com caimento reto — sejam eles curtos, médios ou longos, sem degradés ou franjas — podem dar uma aparência cansada, nos explicou David Mello, do Jacques Janine Fashion Mall (RJ). É o caso do clássico bob. Se você não resiste ao reto, tente combiná-lo a makes ousadas e acessórios angulosos, que equilibrarão o visual. Ou vá de franja!

Disfarçando as evidências

Muitos penteados podem derrubar não apenas o seu look, como tombar você inteira! A regra é fugir de finalizações muito “limpas” ou “certinhas”. Sabe aquele coque banana perfeito, sem nenhum fio solto, ou aquele visual molhado e bem finalizado? Ele destaca qualquer imperfeição ao redor… Ou seja, se você anda com a pele mais manchadinha ou não deu tempo de investir em make e produção trendy, optar por um sleek hair pode ser uma cilada. Prefira-os nos dias de pele 100%.

Cores, cores…

Grandes contrastes entre o tom de pele e o cabelo podem criar a impressão de sobriedade ou cansaço. Ou seja, se você for superclarinha de pele e quiser ousar nos tons mais escuros nos fios, pode adotar uma produção mais moderna para equilibrar. E vice-versa. O caminho do platinum total, seja você negra, morena ou bem branquinha, também oferece a problemática do sleek hair: seu rosto se torna um quadro que você precisa colorir para fugir da monotonia.

Messy, mas não tanto

Se o cabelo mais certinho pode trazer alguns desafios, como dissemos, também é preciso ‘dar seus pulos’ para um visual messy bem sucedido. É preciso caprichar nas hidratações e reconstruções para que um bagunçadinho proposital não vire desleixo. “Com a idade, o cabelo fica fraco e aspecto ressecado e quebradiço envelhece”, diz David. Portanto, fique ligada na saúde e na modelagem dos seus fios.

 

Fonte: Revista Glamour